Área que trata do Nariz | Ouvido | Garganta.

 

Os tratamentos podem ser clínicos, procedimentos ambulatoriais e cirúrgicos. Exames também são realizados pelo otorrinolaringologista para facilitar o diagnóstico de algumas doenças como por exemplo a vídeonasofibroscopia e a vídeolaringoscopia.

Principais Procedimentos Cirúrgicos

Adenoidectomia

Remoção das adenoides (popularmente conhecida como carne esponjosa). Indicada principalmente para crianças que apresentam dificuldade respiratória devido ao tamanho aumentado deste tecido.

Colocação Tubo de Ventilação 

Membrana situada no tímpano, um carretel que facilita a aeração da orelha média evitando o acúmulo de secreções posterior à membrana do tímpano. Essa secreção acumulada, dificulta a audição além de poder infectar levando às otites de repetição.

Amigalectomia

Remoção das amigdalas. As principais indicações são infecções recorrentes, tamanho exagerado destas podendo causar ou piorar a apneia do sono e acúmulo de causem no seu interior.

Cirurgia de Ronco e Apneia do Sono

Procedimentos realizados para ampliação de coluna aérea facilitando a respiração durante o sono principalmente. Podem ser realizados em tecidos moles ou ósseos.

Cirurgia do canal Lacrimal

Cirurgia realizada via endonasal para liberação de obstrução do canal lacrimal.

Cirurgia Endoscópica Nasal

Ampliação da abertura dos seios da face facilitando a drenagem de secreções juntamente com remoção de pólipos nasais se estiverem presentes. Indicada para pacientes com rinossinusites crônicas.

Epistaxe - Sangramento Nasal

Cauterização de vasos no interior do nariz que levam a sangramentos frequentes ou também pode ser realizada de urgência nos casos em que o sangramento não cessa com medicações e colocação de tampões nasais. Esses sangramentos podem ser espontâneos ou após procedimentos endoscópicos nasais.

Septoplastia

Correção do desvio do septo nasal (cartilagem que divide as duas narinas). Indicada para pacientes com dificuldade respiratória que apresentam tal desvio.

Turbinectomia

Remoção de parte da concha nasal inferior bilateralmente. Indicada para pacientes com dificuldade respiratória que apresentam tamanho aumentado destas. Uma das causas da sua hipertrofia é a rinite crônica.